Melhores Ventiladores de Teto

Um bom ventilador de teto pode ser uma ótima alternativa para os dias muito quentes e para dar um charme ao espaço.

Mas como saber se um ventilador de teto é bom ou não?

Para ajudar você, realizamos um artigo completo com os melhores ventiladores de teto do mercado e com dicas importantes para a hora de escolher um produto deste segmento.

Melhores ventiladores de teto de 2022

Hunter Fan Sonic Ventilador de Teto Hunter Fan Sonic Melhor ventilador de teto do mercado Ver Preço
Spirit Wind Ventilador de Teto Spirit Wind Ventilador de teto moderno Ver Preço
Tron Mareiro Ventilador de Teto Tron Mareiro Outra ótima opção Ver Preço
Arno Ultimate Ventilador de Teto Arno Ultimate Melhor ventilador de teto Arno Ver Preço
Ventisol Fênix Ventilador de Teto Ventisol Fênix Ventilador de teto melhor custo-benefício Ver Preço
Ventisol Wind Premium Ventilador de Teto Ventisol Wind Premium Ventilador de teto bom e barato Ver Preço

Como escolher o melhor ventilador de teto?

Ambiente

Os ventiladores de teto podem ser colocados em praticamente qualquer lugar que contenham o ponto de apoio.

Porém, dependendo do ambiente em que for ser usado, é preciso levar um critério diferente em conta: o material.

No caso, existem os ambientes internos e externos.

Ventiladores para um ambiente interno podem ser de praticamente qualquer material, com ele tendo maior relação com a estética e com o ruído.

Já no ambiente externo, além do design, um dos maiores pontos de foco é o material.

Isso porque, se for um espaço onde pode pegar chuva ou até mesmo sol demais, um material mais frágil pode acabar sendo danificado, por exemplo.

Além, é claro, da própria estrutura interna do aparelho não estar pronta para isso.

Nesses casos, as melhores alternativas são ventiladores compostos por plástico, que se trata de um material resistente à maioria dessas variações climáticas, o que dispensa que você precise trocar o ventilador tão cedo.

Vazão e tamanho do ambiente

Podemos dizer que a vazão é a quantidade de ar que o ventilador consegue movimentar em determinado tempo.

Em tese, é dela a função de trazer a sensação de redução de temperatura.

O ideal é que, quanto maior for o ambiente em que o ventilador deve atuar, maior seja a vazão.

Pensando em um ambiente grande com um ventilador de pouca vazão, a ventilação não irá ocorrer em todo o local, e sim em apenas uma pequena parte dele.

Rotações por minuto

As rotações por minuto estão diretamente ligadas a força e velocidade do vento gerado pelo ventilador.

Também expressa pela sigla RPM, teoricamente quanto maior for o número de rotações, maior será a intensidade do vento.

Se você prefere ventos realmente fortes, busque por opções de ventiladores com, no mínimo, 300 RPM.

Pás

As pás, sejam em sua quantidade ou tamanho, podem influenciar na capacidade do ventilador em gerar vento.

Quanto mais pás e maior elas forem, maior será a eficácia em espalhar ar pelo cômodo.

Por isso, reforçamos que para ambientes com mais área, equipamentos maiores são a melhor opção.

Porém, vale lembrar que quanto maior for o número e o tamanho das pás, maior será o ruído emitido durante o seu funcionamento.

Então é importante saber que, quanto maior o ambiente, mais difícil pode ser encontrar um modelo silencioso.

Níveis de velocidade

Os níveis de velocidade são responsáveis por tornar o ventilador mais versátil.

Isso porque, cada pessoa tem uma preferência neste ponto, e com uma boa gama de variações tanto você quanto outra pessoa podem utilizar o equipamento com conforto.

Além disso, talvez durante o dia você realmente precise de velocidades mais altas para dar conta do calor, mas geralmente no período da noite o ideal são velocidades mais baixas.

Seja pela própria queda de temperatura que costuma ocorrer, quanto pelo próprio ruído.

Por isso, quanto mais opções de velocidade o ventilador tiver, melhor.

O mais comum costuma ser em torno de 3 velocidades, o que parece ser o suficiente para grande maioria das pessoas.

Também existem as alternativas de dimmer, que é um controle giratório onde você pode regular a velocidade de forma precisa para a maneira que preferir, sem ficar preso a velocidades pré-estabelecidas pelo aparelho.

Nível de ruído

O nível de ruído, como o próprio nome já diz, é o barulho que o aparelho faz quando está em funcionamento.

Alguns ventiladores emitem maior som, outros menos.

Essa característica é medida em decibéis e, quanto menor for o seu número, mais silencioso será o aparelho.

Contudo, nem sempre o valor em decibéis é divulgado pelas marcas, o que pode fazer com que saber, de fato, qual o mais silencioso não seja tão fácil.

Mas como já citamos anteriormente, modelos com maior número e pás maiores tendem a produzir mais barulho, então se você busca um modelo maior, é importante verificar se conseguirá lidar com o barulho antes de adquirir o aparelho.

Tipo de controle

Outro critério que atualmente apresenta uma boa variação de opções é o tipo de controle do ventilador.

Eles podem ser: manual, corrente, controle remoto ou controle remoto universal.

Manual: é o mais básico, onde você geralmente precisa ir até a parede, onde está o interruptor, para ligar, desligar e alterar a velocidade do equipamento.

Corrente: com um design mais antigo, esse modelo é indicado para casas com teto baixo ou com moradores mais altos, já que sua função liga/desliga é controlada puxando uma cordinha localizada na lateral do aparelho.

Controle remoto: um pouco mais caro que o convencional, esse tipo de modelo oferece maior comodidade, já que você não precisa ir até determinado local para realizar os comandos.

Além disso, também existem algumas versões que permitem que você conecte esse modelo com assistentes virtuais como a Alexa, da Amazon.

Controle remoto universal: semelhante ao controle remoto clássico, nesse tipo de modelo você consegue controlar tanto a ventilação quanto a luz do ambiente, sem precisar ir até o painel para nenhum dos dois casos.

Eficiência Energética

A eficiência energética é, basicamente, o quanto determinado produto consome de energia realizando sua função.

Com classificação de A até G, onde A é o mais eficiente e G o menos eficiente, o Inmetro analisa o desempenho de cada equipamento.

Ou seja, produtos com selo classe A consomem menos energia, enquanto aqueles com selo G consomem mais.

No selo, o valor de eficiência informada é com relação à velocidade máxima do aparelho.

Para evitar possíveis (e nada boas) surpresas na conta de energia no final do mês, sugerimos que você sempre verifique os dados informados pelo Inmetro antes de finalizar sua compra.

Com ou sem iluminação

E por último, mas não menos importante, a iluminação também é um ponto a se avaliar.

Geralmente quem busca por ventiladores de teto, também está em busca de um aparelho com iluminação, seja de uma lâmpada mais simples ou de um lustre.

É possível encontrar modelos que aceitam um tipo específico de lâmpada, mas também é possível encontrar outros que aceitam mais de um tipo de lâmpada.

Mas se você procura pela opção mais barata e duradoura, as lâmpadas de LED são a melhor alternativa.

Qual o melhor ventilador de teto?

Agora que você já sabe o que deve procurar em um bom ventilador de teto, confira aqueles que selecionamos como os melhores ventiladores de teto do mercado.

Hunter Fan Sonic

O Sonic da Hunter Fan não poderia ocupar outra posição se não a de melhor ventilador de teto do mercado.

Indicado especialmente para áreas residenciais internas, ele reúne características que consideramos essenciais.

Seu design é bonito e tem uma aparência tecnológica, com pás em madeira artesanal que podem ser escolhidas nas cores branca ou níquel escovado.

Ele é composto por 4 pás que apresentam a tecnologia Quiet For Life, onde elas são inclinadas, de forma que não estremeçam e proporcionem maior quantidade de vento durante seu funcionamento.

E as chances de tremulação das pás são mais diminuídas ainda pela tecnologia auto Balance Technology presente no motor, independentemente de qualquer uma das suas 3 velocidades.

Isso também faz com que os ruídos emitidos sejam menores, o que é ótimo se você pretende utilizar o ventilador em ambientes como quartos e locais de lazer.

O Sonic também conta com espaço para iluminação, com luzes em LED reguláveis e com eficiência energética, que são mais duráveis e fazem com que ele seja classe A pelo Inmetro.

Um destaque do modelo é que ele também tem a função reversão, que permite usá-lo como exaustor, removendo o ar quente do ambiente.

Além disso, ele é indicado para áreas de ventilação com 32 m², o maior espaço entre os nossos selecionados.

Para isso, o Sonic contém RPM máximo de 224 e potência de 162w.

Não é a maior rotação entre os nossos escolhidos, mas acreditamos ser suficiente para a proposta do ventilador, que é ser de uso residencial.

Mas um dos principais atrativos desse modelo é sua construção robusta e com excelente acabamento.

Trata-se de um ventilador de teto que com certeza irá durar por muitos anos.

Mas como nada é perfeito…

Um aspecto que pode ser um tanto negativo para alguns usuários é que, embora o ventilador tenha controle remoto, ele só acompanha os modelos na versão 127v.

Ou seja, quem for adquirir o aparelho na versão 220v só poderá contar com o controle de parede.

Além disso, quem pretende adquiri-lo precisa desembolsar um valor maior, já que seu preço varia entre R$1.300 a R$1.600.

Prós
  • Faz muito vento
  • 4 pás
  • Silencioso
  • Luzes LED com eficiência energética
  • Função reversão
  • Indicado para maiores áreas internas
  • Excelente qualidade construtiva
Contras
  • Somente acompanha controle remoto nas versões 127v
  • Preço alto

2° - Spirit Wind

Spirit Wind

O Wind da Spirit é o nosso selecionado como o melhor ventilador de teto moderno.

A linha Wind apresenta dois modelos: com 2 ou 3 pás.

A versão com 2 pás é indicada para ambientes menores e tem como objetivo um vento mais concentrado.

Enquanto a versão com 3 pás é sugerida para locais maiores, para um vento mais abrangente e com maior alcance.

Algo muito legal sobre esse modelo é que ele se encaixa perfeitamente com quem gosta de se jogar nas tendências e ousar, já que ele apresenta uma boa variação de cores.

Você pode escolher entre branco, preto, cristal, amarelo, azul, bege, tangerina, laranja, lilás e outras muitas cores.

E existe também a linha titanium com as cores champanhe, prata, bronze e ouro.

Seu funcionamento pode ocorrer tanto da forma convencional, com um interruptor de luz, quanto através de um controle remoto ou aplicativo.

Através do aplicativo, você consegue ter o controle de até 5 ventiladores, o que é ótimo para quem tem filhos ou costuma esquecer os eletrodomésticos ligados.

E um bônus é que ele também apresenta um repelente eletrônico, mantendo o ambiente livre de mosquitos mesmo enquanto o vento estiver desligado.

Mas também é possível escolher o aparelho sem o repelente, o que acaba deixando seu preço mais atrativo.

O que ele tem de ruim?

Embora ele possua excelentes características, também é importante ressaltar que existe uma boa gama de reclamações quanto ao seu barulho, que dizem ser elevado.

Principalmente após um tempo mais longo de uso.

Prós
  • 2 ou 3 pás
  • Faz muito vento
  • Boa variação de cores
  • Controle remoto ou interruptor de luz
  • Possível controlar através de aplicativos
  • Tem opção de repelente eletrônico
Contras
  • Reclamações sobre ser ruidoso

3° - Tron Mareiro

Tron Mareiro

O ventilador Mareiro da Tron é outra ótima opção.

Ele está disponível nas cores branca, marrom café e alumínio escovado.

Você também pode escolher a cor das suas pás.

Compostas por material em MDF, elas estão disponíveis nas cores branca e tabaco.

Com luz em LED, sua potência é de 130w, o que não foge da maioria dos modelos.

Já sua rotação por minuto máxima é de 420 RPM, o que é suficiente mesmo para quem gosta de ventos mais intensos.

Seu tamanho e RPM fazem com que ele seja a melhor alternativa para abranger uma área de 25 m².

A plafon de led, também conhecida como luminária, apresenta fluxo luminoso de 1800 lumens, o que significa que a luz tem maior alcance, e potência de 24w.

Sua classificação energética é classe A pelo Inmetro, fazendo dele uma ótima escolha para quem utiliza muito o ventilador e não quer surpresas na conta de energia elétrica no final do mês.

Ele apresenta ótimas avaliações, que destacam o fato dele ser menos ruídoso que outras opções.

Contudo…

Precisamos destacar que ele tem um preço mais elevado, em torno de R$700.

Não que seja um valor extremamente alto, mas é maior que de nossos outros escolhidos.

Também constam algumas reclamações quanto a seu acabamento, mas nada que afete o funcionamento ou as excelentes avaliações que o produto recebe.

Além disso, ele não acompanha controle remoto e sim somente interruptor.

Isso não é necessariamente negativo, mas achamos justo destacar para que você não se decepcione ao receber o produto esperando por outra coisa.

Prós
  • Luz em LED
  • Boa rotação
  • Classificação energética classe A
  • Ótimas avaliações
Contras
  • Preço elevado
  • Não acompanha controle remoto
Arno Ultimate

O Ultimate é nossa indicação de melhor ventilador de teto da Arno.

Para quem tem boas experiências com a marca, ele é uma alternativa com excelentes atributos.

O modelo é composto por 3 pás em acrílico e um globo de vidro para você posicionar a lâmpada que desejar.

Seu funcionamento pode ocorrer de duas maneiras: através do controle remoto ou do interruptor de luz.

O controle apresenta 6 opções de velocidade e exaustor, além das funções dormir e timer.

A função dormir diminui a rotação do ventilador durante a noite, se adaptando às quedas de temperatura que costumam ocorrer.

Enquanto o timer permite que você programe um horário de início e fim de ventilação de 2h até 6h.

Sua rotação máxima fica em torno de 248 RPM, o que é a média dos modelos e é capaz de gerar ventos de boa intensidade.

Já sua potência é de cerca de 150w.

Mas infelizmente…

O aparelho peca no quesito ruído, que é uma das principais ressalvas de compradores que já adquiriram o produto.

Além disso, outros pontos como delay e falta de iluminação no controle remoto também foram citados.

Prós
  • Boa relação custo-benefício
  • 3 pás em acrílico
  • Controle remoto ou interruptor de luz
  • 6 opções de velocidade
  • Funções exaustor, timer e dormir
Contras
  • Ruído relativamente alto
  • Delay e controle sem iluminação
Ventisol Fênix

O modelo Fênix da Ventisol se mostrou a melhor alternativa de ventilador de teto custo-benefício.

Ele tem 3 pás, e além dela um lustre para duas lâmpadas, aumentando a iluminação do ambiente.

O material das pás é plástico, fazendo com que ele seja leve e também tenha maior durabilidade.

Outro fator que auxilia na durabilidade é o motor e a haste em aço tratado com pintura, que ajuda a proteger o aparelho e evitar problemas como a corrosão.

O motor tem potência de 130w, independente da voltagem escolhida.

Já sua rotação é de 430 RPM.

A área de ventilação indicada pela marca é de 25 m².

Além da própria ventilação, por meio do controle remoto você ainda tem as opções de 3 velocidades, reverter rotação, timer, acende e apaga a luz e liga e desliga.

Ao todo, o timer é disponível por meio de 4 botões, com as opções de 1, 2, 4 e 8 horas.

O aparelho é muito bem elogiado por quem já o adquiriu, sem reclamações quanto a barulhos e outros problemas.

Contudo

É importante destacar que o aparelho não acompanha chave de controle de parede.

Ou seja, não é possível ligar e desligar o aparelho por meio do interruptor, apenas do controle remoto.

Então em caso de acidentes, como a quebra do controle, não será possível utilizá-lo até que você adquira um novo.

Prós
  • Custo-benefício
  • Motor e haste em aço
  • Função reverter
Contras
  • Sem interruptor
Ventisol Wind Premium

O Wind Premium é a opção da Ventisol para quem quer um ventilador de teto bom e barato.

Até o momento deste artigo, é possível encontrar o aparelho por menos de R$200 nas principais lojas digitais.

Sua potência é de 130w, o que nos parece suficiente para a realização de um bom trabalho.

Ele possui 3 pás, todas compostas por MDF tratado.

E para a iluminação, ele também tem lustre com capacidade para 1 lâmpada.

Além de ventilar, ele também apresenta a função de exaustor, e para ambos os casos ele conta com 3 opções de velocidade.

A área de cobertura indicada é a mesma dos nossos outros selecionados, em torno de 25 m².

Importante ressaltar que ele não acompanha controle remoto, e sim somente interruptor.

Isso não chega a ser uma característica negativa, no nosso ponto de vista, já que ainda é algo comum de muitos aparelhos.

Mas que vale ser notado, para garantir que você não tenha decepções ao adquirir o seu aparelho.

Ele é um aparelho com funções e acabamento básicos, o que até mesmo justifica seu preço mais em conta.

Por isso, ele é a melhor alternativa para quem quer um equipamento simples e sem outras funções além de ventilar.

Prós
  • Muito barato
  • 3 pás
  • Função exaustor
Contras
  • Acabamento básico

Quer uma recomendação personalizada? Peça em um comentário

Seu email não será publicado.