Melhores Livros de Romance

Se você adora ler livros de romance, já deve ter se perguntado: qual o melhor livro de romance para esse momento?

Tanto para lazer, matar o tempo e até mesmo derramar algumas lágrimas, sempre desejamos um bom livro que nos conquiste desde a primeira página.

Escolher um bom livro pode ser uma tarefa bem complexa, ainda mais diante de tantas opções.

Para ajudar você na sua escolha, separamos para você uma lista composta por 10 dos melhores livros do mercado.

Todos ótimas pedidas para um leitor amante de romance.

Melhores livros de romance de 2018

1º - Para Todos os Garotos que Já Amei Para suspirar
2º - Um Caso Perdido Para acreditar no amor
3º - Todo Dia Para mudar a sua vida
4º - Tudo e Todas as Coisas Para acreditar nos sonhos
5º - Ainda Sou Eu Para acreditar em recomeços
6º - Simon vs A Agenda Homo Sapiens Para a aceitação do amor
7º - Para Sempre Minha Garota Para acreditar em perdão
8º - Tartarugas Até Lá Embaixo Para ver com outros olhos
9º - Mil Beijos de Garoto Para usar lencinhos
10º - Apenas Um Dia Para acreditar em marcas

Receba nossas novidades e promoções exclusivas por e-mail!

1° - Para Todos os Garotos que Já Amei

Para Todos os Garotos que Já Amei

Jenny Han fez da trilogia “Para todos os garotos que já amei” um livro mundialmente inesquecível.

Tanto por seus diversos títulos em jornais renomados, a autora levou sua obra a outro patamar.

Emplacando a adaptação do livro no Netflix como o filme de romance mais assistido do streaming.

Lara Jean é uma garota de 16 anos meio americana meio asiática, madura e um tanto perdida com a mudança da irmã mais velha para a Escócia.

Um tanto romântica, ela já se viu apaixonada algumas vezes e em nenhuma delas foi correspondida.

Para superar esses amores, Lara Jean escreve cartas que nunca serão entregues.

Ou, pelo menos, não deveriam ser.

Alguém envia as cartas para seus devidos destinatários, causando uma confusão.

O trágico acontecimento envolve uma carta ao ex-namorado da irmã, e uma ao garoto mais popular da escola: Peter Kavinsky.

Para aplacar a situação com o ex-cunhado, Lara Jean e Peter engatam um namoro de mentirinha.

Entre escapar do ex-namorado da irmã e causar ciúmes na ex, Peter e Lara Jean vivem uma história épica.

Provando que alguns acontecimentos inesperados podem ser o próprio destino.

2° - Um Caso Perdido

Um Caso Perdido

Um Caso Perdido é o primeiro volume da série Hopeless, da escritora best seller do New York Times Colleen Hoover.

A escritora é amada pela maneira como consegue projetar um romance, sem ser apenas um romance.

Mostrando o amor de diversos lados, e os pesos que podem vir com ele – as âncoras, também – Colleen já ganhou prêmios e o destaque nos tablóides mais de uma vez.

“Um Caso Perdido” é o primeiro volume de uma trilogia que emplacou, a cada novo lançamento, o primeiro lugar nas mais aclamadas colunas.

Nossa história começa com Sky, uma garota não muito social e completamente alheia a tecnologia.

Estudando a vida inteira em casa, Sky sempre foi privada pela mãe de interação com outras pessoas, além de sua melhor amiga Six, além de nunca ter permitido que ela fosse à escola.

Aproveitando o último ano do ensino médio, Sky se empenha na missão de convencer a mãe a permitir que ela frequente a escola.

Com sua calma e frieza, Sky esperava qualquer coisa. Menos conhecer Holder. O garoto com intensidade e segredos que a confunde com alguém que ele conheceu há muito tempo.

Assim, a vida de Sky e Holder se entrelaça em uma trama capaz de provar a todos os amantes de New Adult como um amor não se rompe com o tempo.

Uma descoberta que muda a vida de todos, principalmente de Sky.

3° - Todo Dia

Todo Dia

David Levithan é um dos mais aclamados escritores da literatura jovem.

O editor e autor foi o primeiro a produzir um romance com personagens gays a entrar na desejada lista de mais vendidos do New York Times.

Dono de diversos best-seller’s, o autor nos leva em Todo Dia a uma realidade tão inimaginável, mas que pertence a uma realidade crucial.

A qual lugar eu pertenço? Como tudo pode ser tão raso? Levithan trouxe isso da forma que mais ninguém ousou fazer.

O sucesso foi tanto, que recentemente Todo dia ganhou sua adaptação nas telonas do cinema, e conquistou milhares de novos fãs.

O livro nos apresenta a ‘A’. Um hospedeiro que, todo dia, acorda em um corpo diferente e com uma vida diferente. Apenas um padrão: sempre a mesma idade, 16 anos.

A cada amanhecer, ‘A’ precisa estar preparado para viver a vida de alguém por um dia, em um lugar onde tudo é novo. Pessoas novas, lugares novos. E, desde que ele se lembra, é assim que as coisas são.

Até que ‘A’ acorda no corpo de Justin, um adolescente arrogante e mesquinho que está no ensino médio.

‘A’ não costuma intervir na vida da pessoa a qual habita, mas não pode evitar quando conhece Rhiannon, a amorosa e carinhosa namorada de Justin, o qual a despreza.

E assim ‘A’ quebra as regras, proporcionando a Rhiannon o melhor dia que ela poderia ter.

A surpresa aparece no dia seguinte, quando ‘A’ acorda em um corpo diferente e não consegue esquecer a menina que conheceu.

‘A’ passa a lutar todos os dias para encontrar sua amada, e convence-la de quem ele é.

Ultrapassando as barreiras do sexo e gênero, entre corpos femininos e masculinos, ‘A’ luta pela coisa mais preciosa que já conheceu em toda sua existência: o amor.

4° - Tudo e Todas as Coisas

Tudo e Todas as Coisas

Tudo e todas as coisas foi o livro de estréia da autora Nicola Yoon.

Fugindo da mesmice, a autora se lançou no mundo literário de maneira a arrancar suspiros.

Nicola surpreende por sua escrita fluída e pelos detalhes, como as escritas da protagonista, a autora nos leva a sentir realmente parte da história.

O sucesso do livro nos jornais mais famosos do mundo foi tanto, que pouco tempo depois uma adaptação cinematográfica já estava sendo produzida e lançada nas telonas do cinema.

Tudo e Todas as Coisas narra a história de Madeline Whittier. Ou simplesmente Maddie.

Prestes a completar 18 anos, Maddie viveu 17 anos sem nunca sair de casa. Ainda quando bebê, foi diagnosticada com IDCG, uma doença que torna sua imunidade quase inexistente.

Assim embarcamos na história de Maddie, uma garota onde qualquer contato com a poluição do mundo exterior poderia causar sua morte.

Entre seus livros, resenhas que escreve, aulas online, sua médica (e mãe), e a empregada Carla que a conhece desde bebê, Maddie não precisa de mais nada.

Até o momento em que Olly e sua família se mudam para a casa ao lado.

Se torna impossível para Maddie não notar o garoto que só veste preto, possui diversos problemas familiares e que parece te-la notado também.

Com uma mãe super protetora, Maddie e Olly nutrem inicialmente uma amizade virtual.

Ainda que não possa sentir o ar fresco do lado de fora, Maddie quer experiências normais.

O primeiro beijo. O primeiro frio na barriga. O primeiro amor.

Assim que começa a nutrir seus sentimentos por Olly, Maddie conta com Carla para viver todas essas emoções.

A levando a omitir e esconder coisas de quem, por todos esses anos, se sacrificou por ela: sua mãe.

Ao se envolver com Olly, Maddie vive alguns dos seus melhores momentos. Mas também descobre ter vivido, por muito tempo, um grande segredo.

5° - Ainda Sou Eu

Ainda Sou Eu

Jojo Moyes é britânica, e uma das poucas escritoras a emplacar três obras ao mesmo tempo na lista de mais vendidos do NYT.

A série de livros “Como eu era antes de você” deixa muito claro porque a autora conseguiu arrebatar o coração de tantos fãs pelo mundo todo.

Em Ainda Sou Eu, terceiro livro da sequência, Jojo nos leva de volta a vida de Louisa Clark.

Diferente dos outros dois primeiros volumes, a protagonista agora é uma menina madura, forte, e que toma a coragem necessária para realmente voar.

Nos apresentando um novo cenário, como a grande Nova York, Lou finalmente se sente pronta para iniciar seus sonhos.

Trabalhando para uma família rica e chique, Lou é a nova assistente da Sra. Agnes Gopnik.

Mas o que devia ser uma história sobre agendas e acompanhamento a eventos de uma alta família da alta sociedade, também se torna uma história de segredos.

Agora Louisa Clark precisa lidar com seu recomeço, um relacionamento a distância, um novo alguém que a lembra seu grande amor perdido, e segredos que não são seus.

Segredos que podem mudar uma vida inteira.

Essa é a história de uma Lou nunca vista antes, depois de tanto relutar em buscar o seu final feliz.

Will é uma página que nunca será virada, e estará sempre presente para aquecer o coração de Lou.

Mas chegou a hora de ser aquela que Will sempre esperou que ela fosse.

6° - Simon vs A Agenda Homo Sapiens

Simon vs A Agenda Homo Sapiens

Becky Albertalli ganhou o coração de diversos críticos americanos com seu romance de lançamento pela maneira leve e divertida como aborda diversas questões importantes.

Dentre elas, em principal, a sexualidade, a descoberta de si mesmo, e o medo de ser quem é.

A história nos apresenta Simon, um estudante do segundo ano do ensino médio.

O plano de fundo da história é: Simon é gay não assumido.

Não porque se importe, mas porque não acha necessário um rótulo apenas por gostar de pessoas do mesmo sexo.

A única pessoa com quem ele divide esse segredo é sua paixão virtual, Blue, que ele conhece através do tumblr e troca e-mails constantes.

Tudo que sabe sobre Blue é que ele também é gay, e que estudam na mesma escola.

As coisas parecem tranquilas, até que as trocas de e-mail são descobertas e uma chantagem surge para bagunçar a vida do garoto.

Em páginas divertidas, que variam da narração aos e-mails, nos é apresentado o mundo de Simon, bem como tudo que a envolve.

Ainda que se mostre presente, a homofobia não é o principal enfoque do livro.

Com uma família para lá de divertida, amigos temperamentais e um amor virtual, a trama é muito mais que isso.

É uma história sobre aceitar a si próprio, antes de pedir isso ao mundo.

7° - Para Sempre Minha Garota

Para Sempre Minha Garota

Heidi Mclaunghlin não poderia ficar de fora da lista, sendo a autora uma das mais amadas pelo New York Times e USA Today.

“Para Sempre Minha Garota” já havia dado a volta ao mundo muito antes de ser adaptado para sua versão brasileira.

Mas foi com sua adaptação para os cinemas, que o romance do astro de rock Liam e sua ex-namorada do colegial Josie ganharam seu espaço em boa parte das estantes.

Liam não era para se tornar um astro do rock. Um astro de futebol e marido de Josie, sim.

Apenas uma faísca pela música o leva para longe de seus amigos e grande amor.

10 anos depois, uma única amizade o traz de volta e a uma verdade a qual ele nunca imaginou.

Agora o músico precisará olhar para tudo que deixou para trás, e a nunca pessoa a quem nunca deixou de amar: Josie.

Narrado pelos dois personagens, “Para Sempre Minha Garota” traz o melhor dos dois lados.

Um rockstar quebrado por suas escolhas erradas. Uma mulher que se reergueu sozinha.

Liam Page só pode esperar que ela ainda seja, para sempre, sua garota.

8° - Tartarugas Até Lá Embaixo

Tartarugas Até Lá Embaixo

Sete livros publicados, milhões de exemplares vendidos e dois filmes de sucesso foi o bastante para John Green se tornar o astro das lágrimas do romance.

Após 6 anos sem novos lançamentos, o autor nos apresenta “Tartarugas até lá embaixo”, seu livro mais pessoal.

Ultrapassando a história de Hazel Grace, dessa vez John nos apresenta a uma versão dele mesmo.

Tudo começa com uma recompensa de 100 mil dólares por um bilionário desaparecido.

Junto de sua melhor amiga Daisy e o filho do bilionário, Aza Holmes embarca na aventura para desvendar esse mistério.

Aza Holmes seria uma garota comum de 16 anos, se não sofresse de TOC.

E é justamente esse um ponto tão importante para a trama, tanto quanto o próprio desaparecimento.

No meio de mistério e alguns romances improváveis, Green nos apresenta a uma realidade vivida por ele durante alguns anos.

Aza mostra como uma doença mental pode tornar difícil ter uma vida ‘normal’.

Durante todo momento, a personagem tenta escapar de uma mente confusa, agoniante, onde seus pensamentos não parecem seus.

Sua mente complexa a leva a acreditar que vai ser atacada por bactérias a todo momento.

A história tira o leitor de sua zona de conforto, o levando a conhecer o lado mais sombrio de algo que não pode ser controlado.

Uma das melhores, se não a melhor obra do autor. Uma busca ao controle do seu “eu”.

9° - Mil Beijos de Garoto

Mil Beijos de Garoto

Mil beijos de garoto é o romance de estreia da destruidora de corações, Tillie Cole.

Se não fosse o bastante seus best seller’s estarem no topo, ela também possui lugar garantido no top 10 da Amazon.

Quando era criança, Poppy recebeu de sua avó, um pote contendo mil coraçõezinhos.

Tudo que ela deveria fazer seria preencher todos aqueles corações com relatos de beijos que a fizeram quase explodir.

A partir de então, nossa história começa com o clássico, uma menina e um menino que viram amigos e se apaixonam.

Poppy e Rune possuem uma ligação muito forte, até que Rune precisa retornar à Noruega.

Mas tudo bem para o casal, Skype e telefonemas bastavam.

Até Poppy simplesmente sumir da vida do garoto.

Dois anos após ter seu coração quebrado, Rune está de volta como o garoto frio que se tornou.

E pronto para olhar aquela que um dia aquecia seu coração.

A narrativa do livro é intercalada entre os dois personagens, o que torna tudo ainda mais real.

Com tudo esclarecido sobre esses anos, tudo parece bem.

Mas é quando tentam recomeçar de onde pararam, que mais uma reviravolta inesperada passa pela cabeça do casal.

Então, tudo que resta a Poppy e Rune é sair em busca de todos os mil beijos de garotos de Poppy.

10° - Apenas Um Dia

Apenas Um Dia

Gayle Forman talvez seja uma escritora de nome nem tão conhecido, mas seus livros sim.

“Se Eu Ficar” foi seu principal sucesso, ganhando logo uma sequência nos cinemas.

Entretanto, seu repertório é cheio de tramas.

“Apenas um dia” nos leva a conhecer Allyson, uma jovem que está realizando uma viagem pela Europa.

É nessa viagem que ela conhece Willem, um ator de peças de Shakespeare de rua.

Willem é aventureiro, destemido e livre. Tudo que Allyson não é.

Para ela, seu único desejo é ser ‘Lulu’. A corajosa, animada e divertida menina que ele conheceu.

Uma mistura de sentimentos leva Allyson a ir contra as regras, aceitando passar um dia em Paris com Willem.

Apenas um dia e um ator-viajante-holandês foram o suficiente para mudar sua vida toda.

Allyson, ou Lulu, conhece alguém que a faz conhecer a si própria. Alguém que ela queria, mas não sabia ser.

E as marcas do primeiro amor.

Ficou alguma dúvida? Faça um comentário

Queridos leitores,
devido a grande demanda tem sido impossível responder todos os comentários.

Nós priorizamos responder os comnetários que podem ajudar mais pessoas ao mesmo tempo. Então pedimos desculpa caso sua dúvida não puder ser respondida.

Ainda assim, fique à vontade para fazer sua pergunta e faremos nosso melhor para poder respondê-lo!